Por onde eu ando

quinta-feira, março 24, 2011

Ainda que eu ande pelo vale…

…da sombra da morte, não temerei mal nenhum, porque tu estás comigo; o teu bordão e o teu cajado me consolam.

Salmos 23.4

Bíblia Online

Eu e Déia nas bodas de 60 anos de casados de meus avós.festa avós (84) copy

Bom, voltando ao papo, que é o que interessa, hoje eu li novamente esses Salmos que são eficazes, na prática, quando aplicamos em nossa vida.

Uma par de gente tem a Bíblia aberta em casa nesse livro e capítulo, achando talvez que isso possa “espantar” possíveis espíritos, kkkkkkkkkkkk, mas deixa quieto, cada um com sua Fé. Entretanto o que quero deixar claro aqui é a diferença muito grande que há entre termos o conhecimento de uma palavra e a aplicação prática dessa palavra em nossa vida.

Outro dia ouvi a famosa frase “todo mundo que ver Deus, mas ninguém quer morrer.” É claro que não vou entrar no mérito do que realmente temos que fazer para vermos Deus, mas o conceito é dessa forma. Todo mundo que ganhar, sem trampar (trabalhar), todo mundo quer emagrecer, sem esforço, querem os milagres de Cristo sem pedirem, enfim, por aí vai.

Confesso aos amados leitores que tenho buscado de uns anos pra cá, talvez uns 3 ou 4, praticar á risca o que Deus nos orienta na Bíblia. Não que eu não fizesse ou buscasse antes, entretanto, com mais afinco, mais seriedade. Um dia desses eu e minha esposa passamos por uma situação inusitada, onde requereu bastante os Frutos do Espírito (Gálatas), nesse caso o domínio próprio e a mansidão.

Aproveitando o gancho, aproveito pra falar sobre algo que não digiro bem, é o fato de algumas pessoas que se dizem cristãs, cientes da mensagem que Cristo nos deixou e ciente dos frutos que temos que dar, agirem diferente ou agirem com alguns frutos da carne, sem o devido arrependimento, pois voltam a fazer, na cara dura, achando normal e querendo que achemos normal. Jamais concordarei com isso. Concordarei sempre com o arrependimento, do que Jesus nos ensina, “vá e não peques mais”.

É claro que ninguém é de ferro, mas há uma luta, algo contra, não viver conviente e acostumado com o pecado, o mesmo pecado.

Não é julgamento, é palavra de ajuda, de vida, de perseverança.

Mas na questão que aconteceu comigo e com minha esposa, logo após os Frutos do Espírito que tivemos que demonstrar, entrou a palavra dos Salmos 23. Confesso que sempre tive muita confiança em Deus, mesmo que tudo de difícil me rodeasse, ainda que me ameaçassem, jamais desistiria de Cristo.

Se formos agir conforme o mundo age, andaremos com medo e não mostraremos Cristo em nossas vidas.

As pessoas que não conhecem á Cristo, não conhecem a verdade, acham que os cristãos tem que ser como eles imaginam, fazerem o que os olhos carnais entendem que tenham que fazer, entretanto não é assim. Fazemos o que temos que fazer debaixo do que Cristo nos ensinou.

Porque para mim o viver é Cristo, e o morrer é ganho.

Enfim, seja na luta ou em breves momentos de Paz, sempre buscarei agir sob o que Jesus nos ensinou, confiando nele sempre.

Que Deus lhes abençoem.

Paz e até a próxima.

Nenhum comentário: